NOVA ÁGUIA | Filosofia & Cultura Lusófona

PVP: 25 €
Internet: 22,50 € (-10%)

EU ANIMAL - CINEMA E ECOLOGIA

Ilda Teresa de Castro


ARGUMENTOS PARA UM NOVO PARADIGMA - MANUAL DE ORIENTAÇÃO ECOLÓGICA

Há cerca de três anos, a minha aldeia foi integrada num projecto nacional de melhoramento de pavimentos e calçadas, paredes e muradas. Mas subitamente, surgiu a notícia de que as três grandes Tílias iam ser abatidas, alegadamente por não poderem sobreviver aos trabalhos no seu lugar... Parte da população aceitou o vaticínio do que se apresentava como decisão entendida. E outra, na qual me incluo, questionou a legitimidade do diagnóstico e resolução. Foi preciso unir esforços e lutar contra aquela morte anunciada que alguns pretendiam oficializar, e provar por parecer botânico científico não haver necessidade de tal! Hoje, as centenárias Tílias continuam vivas no sítio onde sempre estiveram e todos nós as conhecemos. Esta foto regista o momento em que as soubemos a salvo. E recorda a necessidade de preservação do Vivo, nas nossas aldeias e em toda a parte.


Ilda Teresa de Castro é PhD em Ciências da Comunicação/Cinema e Televisão, pela Universidade Nova de Lisboa, com a tese «Eu, Animal, a ordem do fílmico na consciencialização ecocritica e na mudança de paradigma» que deu origem ao presente livro. Prossegue a investigação em pós-­doutoramento «Paisagem e Mudança – Movimentos», no centro de investigação IFILNOVA e com o apoio da FCT. É fundadora e editora da plataforma online ecomedia & estudos ecocriticos (e jornal homónimo) «Animalia Vegetalia Mineralia» e desenvolve trabalho artístico multidisciplinar com especial relevo para as instalações artísticas no domínio da Arte & Ecologia. Apresenta comunicações em Portugal e no estrangeiro, publica em edições nacionais e internacionais. O curso de Cinema da ESTC e o curso de estudos superiores especializados de Peritos em Arte da FRESS, completam a sua formação académica. Do seu percurso anterior, destaca a sua obra como ilustradora em variegadas revistas e jornais nacionais, bem como a divulgação do cinema português em mostras de cinema e vídeo, o festival «Curtas Metragens Portuguesas» e os livros de conversas «Curtas Metragens Portuguesas», «Cineastas Portuguesas 1874-1956» e «Animação Portuguesa». A par com a sua investigação académica, desenvolve obra como artista plástica e vídeo-arte. A medicina natural e oriental, o chi-kung e a meditação, preenchem uma outra parte – sempre presente – da sua vida.

Nº de Páginas: 588 | Formato: 16 x 23 cm | ISBN: 978-989-677-126-3

SE GOSTOU DESTE LIVRO, TAMBÉM RECOMENDAMOS


QUANDO O XAMÃ VOAVA
Gilberto de Lascariz



O ORÁCULO ANIMAL DOS DRUIDAS
Philip & Stephanie Carr-Gomm



O LIVRO DOS ANJOS E DAS BESTAS
Ramon Llull

© 2015, Zéfiro - Edições e Actividades Culturais